A Certifee Contato

Certifee News

06/11/2017 | Analise de Perigos e Pontos Críticos de Controle

Análises de Perigos e Pontos Críticos de Controle em uma Unidade de Beneficiamento de Arroz

O arroz é considerado o produto de maior importância econômica em muitos países em desenvolvimento, constituindo-se no alimento básico para bilhões de pessoas. Por ser uma cultura extremamente rústica, é considerada a espécie de maior potencial de aumento de produção para o combate à fome no mundo, sendo consumido pela metade dos habitantes do planeta (FAO, 2004).
Por
Greice Neitzel
Treinee de Engenharia Agrícola
Análises de Perigos e Pontos Críticos de Controle em uma Unidade de Beneficiamento de Arroz

O arroz é considerado o produto de maior importância econômica em muitos países em desenvolvimento, constituindo-se no alimento básico para bilhões de pessoas. Por ser uma cultura extremamente rústica, é considerada a espécie de maior potencial de aumento de produção para o combate à fome no mundo, sendo consumido pela metade dos habitantes do planeta (FAO, 2004).

O setor arrozeiro destaca-se como o terceiro maior em produção de grãos no país. Os resultados econômicos, no entanto, têm sido fracos em consequência da falta de competitividade das empresas de modo geral. Além disso, implantar sistemas mais rigorosos de controle de qualidade e garantir um melhor produto aos consumidores são grandes diferenciais que aumentam a competitividade desse setor. Portanto, a adoção de procedimentos padronizados de produção de alimentos seguros com garantia de qualidade diminui o risco de doenças transmitidas através do alimento.

Sabendo que as melhorias dos processos produtivos nas empresas estão sendo exigidas pelo mercado consumidor externo, pelos consumidores locais e pelas legislações, foi realizado um estudo de caso em uma indústria beneficiadora de arroz, com o objetivo de demonstrar o quanto o sistema de Análise de Perigo e Pontos Críticos de Controle (APPCC) é de relevante aplicabilidade na área de recebimento, secagem e armazenagem de grãos de arroz.

. Este sistema é conhecido internacionalmente por Hazard Analysis and Critical Control Point (HACCP) representa uma atitude proativa para prevenir danos à saúde e enfatizar a prevenção de problemas, ao invés de se focar no teste do produto final. Pode ser utilizado em qualquer estágio da cadeia produtiva, desde a produção primária até a distribuição.

A empresa já mantinha dois programas de controles, a saber: Boas Práticas de Fabricação (BPF) e o Procedimento Padrão de Higiene Operacional (PPHO). Estes podem ser entendidos como são pré-requisitos, uma vez que simplificam e viabilizam a implantação do APPCC. A metodologia utilizada foi baseada no Codex Alimentarius (2003) que recomenda uma sequência de atividades para a implantação do sistema APPCC.

Ao final do estudo concluiu-se que a ferramenta APPCC é um importante aliado na gestão da qualidade em uma unidade de secagem, armazenagem e beneficiamento de arroz em casca. A implantação do plano APPCC na fabricação de produtos alimentícios é perfeitamente adaptável para o segmento agroindustrial da pós-colheita do arroz. Foram levantados três pontos críticos de controle (PCC): o primeiro na etapa de secagem, o segundo na etapa de armazenamento e o terceiro no empacotamento, sendo este último o mais crítico, por se tratar de um produto acabado, pronto para a destinação ao consumidor final.

Leia Mais