A Certifee Contato

Certifee News

31/05/2018 | Analise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, Legislação para alimentos e bebidas

Alergia Alimentar e Intolerância Alimentar: saiba se existe diferença

Não confunda alergia com intolerância alimentar. Elas são semelhantes, mas suas reações são bem diferentes.
Por
Greice Neitzel
Treinee de Engenharia Agrícola
Alergia Alimentar e Intolerância Alimentar: saiba se existe diferença

Intolerância Alimentar é uma reação não alérgica, onde o organismo é incapaz de absorver algum componente do alimento ingerido. Quando consumimos este alimento em excesso e de forma continuada, nosso organismo terá uma saturação provocando problemas à saúde. Por exemplo, pessoas com intolerância a lactose, não produzem a enzima lactase. Esta enzima é responsável por quebrar às moléculas de lactose e transformá-las em glucose e galactose. Outros alimentos comuns de fácil identificação que causam alergias são: peixes e frutos do mar, ovos e trigo.

Alergia Alimentar são reações adversas estimuladas por doenças de base imunológica específica que se tornam graves preocupações à saúde. O organismo entende incorretamente a proteína do alimento como algo prejudicial, um invasor, reagindo rápido para eliminá-lo. As reações alérgicas variam de leve a grave e, em casos raros pode ser fatal. Pessoas com alergia alimentar desenvolvem reações adversas a alimentos que geralmente o restante da população consome de forma segura.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA estabeleceu uma lista dos principais ingredientes alergênicos, são eles: trigo, centeio, cevada, aveia e suas estirpes hibridizadas, ovos, peixes, amendoim, soja, leites de todas as espécies de animais mamíferos, amêndoa, avelãs, castanha de caju, castanha-do-brasil ou castanha-do-pará, macadâmias, nozes, pecãs, pistaches, pinoli, castanhas e látex natural.

O produto que contém um desses alimentos, ou derivados, na composição precisa informar na embalagem da seguinte maneira: “ALÉRGICO: CONTÉM e descrever o nome do ingrediente”, conforme estabelecido pela Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 26/2015.

O consumidor deve sempre realizar uma análise nos rótulos dos produtos evitando consumir um produto que irá lhe causar intolerância ou alergia alimentar.

Leia Mais

11/03/2020

Validação de Limpeza para Alergênicos

Dicas valiosas para a validação de alergênicos em seu processo.
Por
Dáfine Tabita Plates Silva
Técnica em Alimentos, Graduada em Gestão da Qualidade e Produção Industrial